As 5 perguntas mais comuns em Fit Interviews

Atualizado: 15 de Jan de 2019



Nos processos seletivos de consultoria, a etapa das entrevistas costuma ser a mais temida pelos candidatos. De fato, ser entrevistado por um consultor experiente no ramo e ter que resolver um case complexo não é uma tarefa nada simples. A maioria dos candidatos costuma colocar 100% dos seus esforços para praticar cases e, muitas vezes, acaba esquecendo de se preparar para uma parte extremamente importante dessa entrevista: a Fit Interview.


É comum o pensamento de que, se você é inteligente, qualificado e experiente, seria muito fácil improvisar nesse bate-papo antes da aplicação do case, mas não costuma ser assim. É preciso lembrar que é ao longo dessa conversa que o consultor estará avaliando várias das habilidades que ele busca em um futuro colega de trabalho. Na consultoria, diz-se que o entrevistador estará aplicando o “teste do avião” no candidato: ele quer saber se você é uma pessoa agradável de se conviver, afinal, caso te contrate, é possível que ele passe 10 horas ao seu lado em um voo indo visitar um cliente. Precisamos, então, estar preparados para causar a melhor imagem possível, que poderá também influenciar na impressão do seu entrevistador sobre a sua performance durante a resolução do case.


Para nos prepararmos, é importante estarmos cientes do tipo de perguntas que poderão ser feitas, possibilitando que pensemos previamente em possíveis respostas que melhor valorizem nossas qualidades. Por isso, trouxemos, a seguir, 5 perguntas clássicas dessa etapa nos processos seletivos de empresas de consultoria:


1- “Conte a sua trajetória”

O entrevistador quer que você conte os caminhos da sua vida pessoal e profissional que te levaram estar ali, naquele momento, sendo entrevistado por ele. Ao responder essa pergunta, é importante que o candidato seja conciso e linear, destacando acontecimentos que tenham marcado suas características positivas mais fortes, de preferência aquelas que são essenciais para a carreira de um consultor: 1) sua habilidade de resolução de problemas; 2) sua capacidade de lidar com pessoas; 3) sua competência de liderança e 4) sua motivação.


2- “Por que consultoria?”

Ao fazer essa pergunta, o entrevistador espera ouvir como resposta o real motivo de você estar buscando essa carreira, e o que lhe faz ter o que é necessário para trabalhar no ramo.

Algumas pessoas podem ver a consultoria como uma carreira passageira, pois procuram apenas ganhar bagagem e aprendizado para seguir outro rumo. Outros podem sonhar em ser consultores e futuros sócios da empresa. O importante, aqui, independente da sua resposta (desde que ela não seja o clichê egocêntrico “Quero ficar rico!”), é que você a equilibre para não transmitir uma imagem negativa ao seu entrevistador, seja ela de descomprometimento, seja de exagero.


3- “Por que a nossa empresa?”

Essa pergunta está extremamente associada à mencionada acima. Aqui, seu entrevistador quer saber o porquê de, após decidir ser consultor, você ter procurado especificamente aquela empresa para trabalhar, e não qualquer outra. Não podemos, então, citar características daquela empresa que sejam comuns a outras, como a oportunidade de fazer MBA fora do país, por exemplo. Apesar de possuírem características em comum, cada empresa tem suas particularidades, como seus valores e dinâmica de trabalho. Você quer trabalhar com a que mais se encaixa com o seu perfil.


Ao responder essa pergunta, é essencial estar alinhado com os valores da empresa em questão. Para isso, é necessário pesquisar no seu site a lista de valores que ela preza tanto entre seus profissionais quanto no próprio ambiente de trabalho. Outra recomendação é comparecer às palestras de recrutamento da empresa e demais eventos, enxergar a personalidade dos consultores palestrantes e, se possível, até conversar com eles depois do evento para procurar entender o perfil das pessoas que trabalham naquela empresa. Se você se identificar com eles, pode ser esse o seu motivo de querer ser seu colega de trabalho no futuro.


4- “Conte uma situação na qual…”

Ao longo da entrevista, é comum que o consultor peça para você contar sobre algum momento no qual tenha mostrado habilidade especificamente em uma daquelas quatro características do dia a dia de um consultor (mencionadas acima). Para responder essa pergunta, é necessário ter, individualmente, um momento de reflexão sobre o seu histórico, para pensar em alguns exemplos de situações interessantes em que você tenha se destacado e que venham a chamar a atenção do seu entrevistador.


5- “Faça perguntas para mim”

Após as rodadas de entrevistas de fit e case, os candidatos aprovados são chamados para uma última etapa de entrevista com um dos sócios da empresa. Ao final da conversa, é comum que o sócio inverta posições e peça para o candidato fazer perguntas a ele. Nesse momento, é importante mostrar o seu interesse pela empresa e pelo trabalho. Por esse motivo, não é apropriado fazer perguntas que possam ser respondidas com uma breve pesquisa na internet: se você não pesquisou até agora, é porque não se interessa. Busque perguntar sobre alguma curiosidade que você teve sobre o sócio quando ele estava se apresentando - “Como foi fazer esse projeto na África do Sul, um país com cultura tão diferente da nossa?”, por exemplo - , assim, ele poderá perceber seu verdadeiro entusiasmo com o trabalho.


Como se pode perceber, nenhuma dessas perguntas é fácil de responder de forma direta, ainda mais sob pressão. É necessário muito treino e autoconhecimento para estar preparado para respondê-las com confiança. Pensando nisso e no que é preciso desenvolver para mandar bem em todas as etapas dos processos seletivos de empresas de consultoria, o UFRJ Consulting Club oferece, todo início de período letivo, um curso de preparação que busca desenvolver seus alunos para entregar o máximo do seu potencial no processo! Se interessou? Clique aqui para saber mais.

© 2020 por UFRJ Consulting Club

Av. Athos da Silveira Ramos, 149 - Cidade Universitária, Rio de Janeiro

  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn